Renovação de Carteira

Para requerer a substituição da carteira, o profissional deverá regularizar sua situação financeira e cadastral junto ao Coren-SP.

É IMPRESCINDÍVEL A APRESENTAÇÃO DO ORIGINAL E CÓPIA SIMPLES DE TODOS OS DOCUMENTOS ABAIXO RELACIONADOS:

  • RG – Registro Geral – documento preferencial para identificação.
    • Na impossibilidade de apresentar o RG (Registro Geral) será analisado documento substitutivo válido (ver data de validade impressa no documento).
    • Documentos substitutivos sujeitos à análise: Carteira Nacional de Habilitação, Passaporte, Carteira de Identidade Militar; Carteira de Identidade de Órgãos de Fiscalização Profissional.
  • ATENÇÃO: Somente serão acatados documentos de identidade em perfeito estado de conservação e que permitam a total identificação do portador.

  • RNE – Registro Nacional de Estrangeiro, para profissionais estrangeiros residentes no Brasil;
  • ​Certidão de Nascimento ou Casamento – com averbação (de separação, divórcio, óbito, etc.), quando houver.

ATENÇÃO: Em caso de divergência de nome nos documentos ou no cadastro no Coren-SP, apresentar TODAS as Certidões com as respectivas averbações das alterações de nome ocorridas ou Certidão de Inteiro Teor emitida pelo Cartório.

  • Fotografia
    • Sede (Cidade de São Paulo, bairro Bela Vista) e subseções Campinas, Santo André, Guarulhos e Osasco e NAPE Santo Amaro: não é necessário a apresentação de foto (informações clique aqui);
    • Demais unidades: uma foto 3X4 colorida, recente, com fundo branco e sem uso anterior (anotar nome completo no verso). A foto deve estar de acordo com as especificações descritas no site do COREN-SP no menu opção Documentos – Qualidade Fotográfica (clique aqui).
  • Taxa
    • Taxa de inscrição: ISENTO dentro do prazo estabelecido na Resolução Cofen 510/2016 – Confira os procedimentos aqui
    • Taxa de Correios (AR) para envio da carteira (opcional): R$ 13,45 (valor da taxa administrado pelos Correios).
  • Prazos
    • Retirada da Carteira de Identidade Profissional do Coren-SP, conforme o local da solicitação da substituição:
      • Sede – São Paulo: no dia da solicitação ou até 45(quarenta e cinco) dias da data de solicitação da segunda via da carteira, conforme opção do profissional.
      • Subseções: após 45 (quarenta e cinco) dias da data de solicitação da segunda via da carteira.

Orientações Complementares

  • Caso o profissional não possua RG (Registro Geral) poderá apresentar documento substitutivo válido (ver data de validade impressa no documento) e cópia simples.

São aceitos os seguintes documentos substitutivos: Carteira Nacional de Habilitação; Passaporte, Carteira de Identidade Militar; Carteira de Identidade de Órgãos de Fiscalização Profissional (Exceto a carteira do Coren);

“O número de identidade constante na carteira do COREN será o do documento apresentado. Por exemplo: caso seja apresentada a CNH, o número utilizado será o de registro desta.”