Projeto Qualifica Sepse vai ao Hospital São Camilo, de Itapetininga – Coren-SP

Projeto Qualifica Sepse vai ao Hospital São Camilo, de Itapetininga

O Projeto Qualifica Sepse, do Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo, esteve em Itapetininga, no Hospital São Camilo, nesta terça-feira (25/10).

 Na ocasião, a conselheira Renata Pietro deu uma aula sobre identificação precoce e tratamento da Sepse, um grave problema de saúde responsável pelo maior número de óbitos por ano nos hospitais brasileiros.

A atividade foi requisitada pela enfermeira Mercia Aparecida da Silva, da Educação Permanente do hospital, e foi prestigiada por mais de 50 profissionais da equipe do São Camilo.

Especialista em terapia intensiva, Renata Pietro defendeu o estabelecimento de protocolos e treinamento específico para o aprimoramento da triagem e diagnóstico precoce da Sepse.“O Brasil tem uma das taxas mais altas de morte do mundo e nós precisamos reverter este quadro, envolvendo toda a equipe e melhorando a qualificação dos profissionais de saúde”, alertou. 

 Manual

Preocupado com a gravidade da Sepse e atento à necessidade de atualização constante do profissional de Enfermagem para a identificação e combate a essa doença, o Coren-SP lançou o manual “Sepse: um problema de saúde pública”, produzido em parceria com o Instituto Latino-Americano de Sepse (ILAS).

 O manual pode ser baixado gratuitamente aqui

 Projeto Qualifica Sepse

Profissionais de Enfermagem desempenham papel fundamental na identificação precoce e no tratamento imediato da Sepse, doença que mais mata no Brasil.

Leia aqui matéria completa sobre o assunto