Instituto de Reabilitação do Hospital das Clínicas discute violência contra a Enfermagem – Coren-SP

Instituto de Reabilitação do Hospital das Clínicas discute violência contra a Enfermagem

A violência contra o profissional de Enfermagem foi tema de palestra, nesta quinta-feira (12), no Instituto de Medicina Física e de Reabilitação HC-FMUSP, na capital paulista. Ministrada pelo primeiro-secretário do Coren-SP, Marcus Vinicius de Lima Oliveira, a atividade reuniu os profissionais de enfermagem da instituição para debater o problema. 

Primeiro-secretário do Coren-SP, Marcus Vinicius de Lima Oliveira, durante palestra no Instituto de Reabilitação HC FMUSP

O conselheiro citou os impactos da violência contra os profissionais de Saúde. “O problema tem consequências físicas, emocionais, pessoais e profissionais. Traz prejuízos tanto para quem presta quanto para quem é usuário do serviço”, analisou.

Público lotou o auditório da instituição

Marcus ressaltou a importância de sensibilizar a sociedade para debater o problema e apontou as ações do Conselho para lançar luz sobre a questão, a exemplo da Campanha “Violência não Resolve”, promovida pelo Coren-SP em parceria com o Cremesp (Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo), veiculada em março passado, com o intuito de reduzir os casos de agressões a profissionais de saúde.

Conselheiro explicou como os profissionais devem agir em casos de ocorrências de agressão.

Para finalizar, Marcus destacou o papel das instituições no treinamento dos profissionais para solucionar os conflitos, bem como estimular a consciência estratégica para lidar com eventuais ocorrências de agressão física ou moral.