Fórum Estadual de Enfermagem se reúne na sede do Coren-SP – Coren-SP

Fórum Estadual de Enfermagem se reúne na sede do Coren-SP

A Sala da Plenária, na sede do Coren-SP, foi o palco de uma reunião do Fórum Estadual de Enfermagem, realizada na manhã desta segunda-feira (30/4).

O primeiro-tesoureiro do Coren-SP, Jefferson Caproni, representante da autarquia no Fórum, recebeu os demais integrantes para uma pauta de discussões que incluiu a reformulação do Fórum Estadual de Enfermagem, a agenda de lutas da entidade e a passeata que será realizada no dia 17/5.

O segundo-tesoureiro do Coren-SP, Edir Gonsaga, representou a ANATEN-SP na reunião e o Conselheiro Federal Luciano Silva, do Cofen, representou o Fórum Nacional de Enfermagem. 

“Dentre os assuntos que discutimos, estão a jornada de 30 horas, a lei do descanso para a enfermagem, o piso salarial para a categoria, aposentadoria especial, a defesa do SUS, dimensionamento de pessoal e EaD”, explicou Jefferson.

O Fórum Estadual de Enfermagem conta com representantes do Coren-SP, Associação Nacional dos Auxiliares e Técnicos de Enfermagem – seção São Paulo (ANATEN-SP), Cofen (representando o Fórum Nacional de Enfermagem), Sindicato Único dos Empregados em Estabelecimentos e Serviços de Saúde de Osasco e Região (SUEESSOR), Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo (SEESP), Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviço de Saúde de São Paulo (SINSAUDESP), Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal de Campinas (STMC) e Associação dos Servidores do Hospital das Clínicas (ASHC).

A composição atual do Fórum, decidida na reunião, ficou a seguinte: presidência – Coren-SP; 1ª secretaria – STMC; 2ª secretaria – ANATEN-SP; tesouraria – SUEESSOR.

Manifestação dia 17 de maio

No dia 17 de maio, será realizada na avenida Paulista uma grande manifestação, que foi uma das pautas da reunião do Fórum Estadual de Enfermagem e para a qual todos os profissionais de enfermagem, demais profissionais de saúde e cidadãos estão convidados.

Com concentração no vão livre do MAPS a partir das 14h, a manifestação será pela valorização das enfermagem e em defesa do SUS.