Campinas: Semana da Enfermagem aborda o cuidado do ponto de vista da formação, gestão e do usuário – Coren-SP

Campinas: Semana da Enfermagem aborda o cuidado do ponto de vista da formação, gestão e do usuário

Com atividades em diversas cidades do interior, do litoral e da Grande São Paulo, a Semana da Enfermagem chegou à Campinas na última segunda-feira (15). Em evento realizado no Salão Vermelho do Paço Municipal, o Coren-SP promoveu uma mesa-redonda sobre o tema deste ano: “Enfermagem na Linha de Frente Transformando o Cuidado”.

Mauro Antônio Pires, vice-presidente do Coren-SP, conduziu a abertura do evento 

Durante a abertura solene, o vice-presidente do Conselho, Mauro Antônio Pires, destacou que a “Semana da Enfermagem é um momento importante para reunir os profissionais”. Ele também ressaltou o papel do Coren, que contribui muito com a fundamentação ética da profissão. “Prezamos muito pela transparência e democracia à frente da gestão e é dessa forma que conduzimos os trabalhos nos últimos anos”, disse, incentivando a participação dos inscritos. “O Coren-SP é da categoria e ela deve participar daquilo que detém”.

Também participaram da abertura a presidente do Conselho Municipal de Saúde, Maria Haydee de Jesus Lima; Dalvani Marques, representante da Aben Campinas; e Rosana Aparecida Garcia, coordenadora de enfermagem da Secretaria Municipal de Saúde. “Estamos muito felizes em sediar esse evento. O tema desse ano mostra a relevância da enfermagem à frente do cuidado. Nós, com pequenos gestos ao nos apresentarmos aos pacientes, transformamos a assistência”, disse Rosana.  

A mesa-redonda “Enfermagem na Linha de Frente Transformando o Cuidado” abordou a atuação da categoria do ponto de vista da formação, da gestão e do usuário. José Carlos de Oliveira, diretor da faculdade de enfermagem da PUC-Campinas, abordou a construção das práticas de saúde ao longo da história e a inserção da enfermagem nesse contexto. “Somos atores sociais, políticos e humanos”, disse. Para que a prática da profissão considere essas três esferas, ele explicou que os profissionais devem ser técnicos, reflexivos e humanistas. “É preciso educar para a cidadania e participação social”, pontuou.

 José Carlos de Oliveira, diretor da faculdade de enfermagem da PUC-Campinas

 

Já a presidente do Conselho Municipal de Saúde de Campinas, Maria Haydee, contextualizou a atuação da enfermagem do ponto de vista do usuário. “O usuário espera que a enfermagem reconheça suas necessidades, sendo elas explícitas ou não. Essa é a grande dificuldade”, expôs. Ela ainda falou sobre uma impressão que os profissionais da área têm de que os pacientes “só querem consulta médica” e desmistificou essa visão. “Isso ocorre porque os usuários desconhecem outras possibilidades. Vejo um alto grau de aceitação por parte deles quando é oferecido o cuidado de enfermagem”, salientou, considerando também que o SUS é uma experiência muito bem sucedida no que diz respeito à relação enfermagem-usuário.

Maria Haydee, presidente do Conselho Municipal de Saúde Campinas 

A abordagem da atuação da categoria à frente da gestão foi realizada por Mariley Nevoa Moares, coordenadora dos ambulatórios do Hospital Vera Cruz de Campinas. Ela mostrou a grande necessidade de a enfermagem se apropriar dos processos de gestão. “Nós não temos o costume de colocar no papel e evidenciar o nosso trabalho e isso é fundamental para ter claro o planejamento”, disse. Ela também mencionou que o gestor tem a responsabilidade de escolher o caminho a seguir, com foco no resultado. “É necessário entender das áreas orçamentária e financeira. É um desafio, mas agrega muito ao enfermeiro”.

 

Mariley Nevoa Moares, coordenadora dos ambulatórios do Hospital Vera Cruz de Campinas. 

Homenagens

 Ana Márcia Donnabella, Walda Peretta e Mauro Antônio Pires 

O Coren-SP está homenageando, durante a Semana da Enfermagem, profissionais que se destacaram pela dedicação e atuação no campo do cuidado, transformando a assistência em suas cidades de atuação. Em Campinas, o vice-presidente Mauro Antônio Pires e a conselheira Ana Márcia Donnabella  fizeram uma homenagem à enfermeira aposentada Irmã Maria Odila (Walda Peretta), que atuou na Santa Casa de Itapira; e a Ailton de Oliveira, do Hospital Mário Gatti.