Sede do Coren-SP é palco de treinamento sobre sepse ministrado pelo ILAS – Coren-SP

Sede do Coren-SP é palco de treinamento sobre sepse ministrado pelo ILAS

A sede do Coren-SP foi palco do “Treinamento para Profissionais de Enfermagem em Sepse”, promovido pelo Instituto Latinoamericano de Sepse (ILAS), na manhã desta quinta-feira (3/5).

Durante pouco mais de duas horas, as enfermeiras Juliana Lubarino Diniz de Souza e Mariana Barbosa Monteiro detalharam os sintomas e os métodos de detecção precoce da Sepse aos enfermeiros e técnicos de enfermagem presentes.

A enfermeira Juliana Lubarino Diniz de Souza, do ILAS, foi uma das palestrantes do treinamento…

Elas explicaram a importância de as instituições de saúde trabalharem com protocolos para o diagnóstico e tratamento da doença, que é a principal causa de mortalidade em UTIs brasileiras.

…assim como Mariana Barbosa Monteiro, também enfermeira

“Estudos já revelaram que a cada hora de atraso na administração do antibiótico, aumenta em 8% a taxa de mortalidade da sepse, então é extremamente importante a administração de antibiótico de amplo espectro e por via intravenosa na primeira hora”, explicou Juliana.

Os participantes receberão certificado de participação no curso

Ela também destacou o papel fundamental que a enfermagem exerce no diagnóstico da doença. “O protocolo de sepse só é bem implementado se a enfermagem tomar conta desse protocolo. São vocês que percebem que um paciente pode ter sepse e dão início ao protocolo. Isso vale para todos vocês, enfermeiros e técnicos”, frisou Juliana.

Esse foi o primeiro de uma série de treinamentos semelhantes que o ILAS realizará no auditório da sede do Coren-SP – a próxima atividade já está marcada para o dia 14/5 às 13h. 

Os cursos, gratuitos, contam com distribuição de certificados de participação aos profissionais presentes. Mais informações  podem ser obtidas na seção de eventos do site do Coren-SP, onde também é possível se inscrever.