NOTA DE REPÚDIO SOBRE ATAQUES PESSOAIS NAS ELEIÇÕES DO COREN-SP – Coren-SP

NOTA DE REPÚDIO SOBRE ATAQUES PESSOAIS NAS ELEIÇÕES DO COREN-SP

O Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo (Coren-SP) repudia veementemente os ataques de cunho pessoal e eleitoreiro praticados nas mídias sociais contra integrantes das chapas que disputam as eleições 2017, atribuindo-lhes, inclusive, crimes sem qualquer comprovação por meio de perfis “fakes” no Facebook e mensagens via WhatsApp. Esse tipo de conduta prejudica a imagem da categoria perante a sociedade e presta um desserviço à enfermagem, fomentando a segregação entre os profissionais.

A enfermagem paulista vive um momento inédito em sua história, marcado pelo seu caráter democrático e plural. Essa edição do pleito conta com nove chapas inscritas e homologadas – quatro representando o Quadro 1, de enfermeiros; e cinco representando os Quadros 2 e 3, de técnicos e auxiliares de enfermagem -, o que demonstra um amadurecimento do Conselho e da categoria.

Nos últimos anos, o Coren-SP pautou sua atuação pela valorização e reconhecimento da enfermagem, conscientizando os profissionais e a sociedade sobre a importância da profissão em todas as esferas do cuidado, mostrando que fazemos a diferença na construção da saúde brasileira em suas diversas vertentes, da assistência à academia e pesquisa.

Tal mérito é reflexo da atuação de cada profissional que atua em nosso Estado e, portanto, é inadmissível que qualquer integrante da categoria seja vítima de ataques e constrangimentos com viés eleitoreiro.

O Coren-SP vem publicamente fazer um apelo às Chapas concorrentes e seus apoiadores que mantenham uma campanha pautada por princípios éticos e propostas que visem a valorização da enfermagem e o diálogo construtivo com os inscritos.

O processo eleitoral deve ser mais um momento de reafirmação do compromisso da enfermagem com a dignidade humana e com a democracia. Esse é o caminho para o fortalecimento do Conselho e o empoderamento da categoria.