Fórum discute questões da atuação da enfermagem obstétrica na assistência ao Parto e Nascimento – Coren-SP

Fórum discute questões da atuação da enfermagem obstétrica na assistência ao Parto e Nascimento

O Coren-SP, em parceria com a Associação Brasileira de Obstetrizes e Enfermeiros Obstetras do Estado de São Paulo (Abenfo-SP), realizou o “I Fórum de Fortalecimento das Boas Práticas na Assistência ao Parto e Nascimento” na manhã desta quarta-feira (28/06), na capital.


Público composto por profissionais de enfermagem ligados à área obstétrica lotou o auditório da sede do Coren-SP

O fórum teve o objetivo de discutir o protagonismo da enfermagem no parto humanizado. O vice-presidente da autarquia, Mauro Pires, participou da mesa de abertura, ao lado de Rosemeire Sartori de Albuquerque, presidente da Abenfo-SP, e de Sandra Cason, coordenadora do Grupo de Trabalho de Saúde da Mulher do Coren-SP.

A professora Rosemeire começou falando sobre um tema muito relevante: a taxa de mortalidade materna, que ainda é muito grande no Brasil. Para que esse número seja reduzido, ela considera fundamental o aprimoramento e a qualificação constante da categoria. “Os enfermeiros obstetras e obstetrizes devem priorizar o conforto da mulher para esse momento importante, com responsabilidade ética e técnica, priorizando sempre a segurança para mulher e o bebê. Isso torna a nossa assistência mais humanizada.”


Rosemeire Sartori de Albuquerque, Mauro Antônio Pires Dias da Silva e Sandra Regina Cason

Ela ainda destacou algumas características fundamentais para os profissionais que atuam neste campo. “Temos que trabalhar com respeito, sabedoria e competência, somados à tranquilidade, priorizando sempre o cuidado com a mulher no processo de parturição”.

Sandra Cason falou a importância de os profissionais conhecerem o código de ética que rege o exercício do profissional da enfermagem para que decisões sejam tomadas com segurança. Além disso, embasou a discussão  na resolução Cofen nº 0477/2015, que dispõe sobre a atuação de enfermeiros na assistência às gestantes. “Devemos estar sempre atualizados e saber o que compete a mim, como profissional de enfermagem obstetra.”


Fabíola Campos, presidente do Coren-SP, ressaltou a importância da busca do conhecimento científico pela enfermagem

O encontro contou também com a presença da presidente do Coren-SP, Fabíola Campos, que ressaltou que a enfermagem deve cada vez mais buscar o conhecimento científico, assim como o prático, pois ele também é muito importante para mudarmos a realidade da nossa categoria. “Essa mudança e toda transformação na enfermagem obstétrica só depende de nós mesmos. Exponha suas opiniões. É assim que vamos transformar a realidade da nossa categoria”.

A enfermeira obstetra, Ivanilde Rocha, também expôs os benefícios do parto humanizado e as diferentes modalidades.