Coren-SP participa da Semana do Hospital Oswaldo Cruz – Coren-SP

Coren-SP participa da Semana do Hospital Oswaldo Cruz

A presidente do Coren-SP, Fabíola de Campos Braga Mattozinho, apresentou dados da pesquisa Perfil da Enfermagem no Brasil, promovida pela Fiocruz/Cofen, e do levantamento realizado pelo Coren-SP, nesta sexta-feira (13), durante o encerramento da 40ª Semana de Enfermagem do Hospital Oswaldo Cruz.

A presidente Fabíola Mattozinho destacou as ações do Coren-SP para combater a violência contra o profissional de Enfermagem

As duas pesquisas apontaram violência contra os profissionais de Enfermagem, gerada, na maiorias das vezes, por demora ou falta de atendimento. No levantamento do Coren-SP, 32% dos 2 mil profissionais ouvidos relataram já ter sofrido ou presenciado alguma forma de agressão no ambiente de trabalho, sendo que em quase 70% dos casos houve violência física. “Precisamos trabalhar o acolhimento destes profissionais, vítimas de agressão, com o estabelecimento de políticas institucionais e a criação de fluxos”, recomendou.

O engajamento e a valorização da categoria foram destacados pela presidente da autarquia

A presidente do Coren-SP elencou as ações promovidas pelo Conselho para combater a violência e sensibilizar a sociedade. “Firmamos parceria com o Cremesp e com a secretaria de Segurança Pública destacando o impacto direto desta violência na saúde dos profissionais e no atendimento da população”, acrescentou.

A presidente Fabíola Mattozinho (ao centro) entre a diretora do Instituto de Educação e Ciências, Letícia Serpa;  a superintende assistencial, Fátima Geralin; gerente da UTI, Suzana Bianchini e a coordenadora de Práticas Assistenciais do Hospital Oswaldo Cruz, Juliana da Rocha

As conquistas da Enfermagem nas últimas décadas, com a criação do Sistema Cofen/Corens, do Código de Ética dos Profissionais e o aprimoramento da legislação, foram lembradas por Fabíola. “Evoluímos muito e ainda podemos conquistar mais. Temos que incorporar na nossa consciência que somos protagonistas da nossa história. Somos a maior categoria de saúde do país”, destacou.