Coren-SP apoia profissional vítima de violência em Presidente Prudente – Coren-SP

Coren-SP apoia profissional vítima de violência em Presidente Prudente

Episódios de violência contra profissionais de enfermagem têm sido cada vez mais recorrentes no cotidiano das instituições de saúde. Na última segunda-feira (7/5), a vítima foi o auxiliar de enfermagem Paulo Henrique, agredido por um paciente com uma tesoura em uma unidade de saúde em Presidente Prudente, interior de São Paulo. O homem reclamava de fortes dores no ouvido e se irritou com a informação de que precisaria esperar para ser atendido. Embora a unidade seja voltada para saúde preventiva e não preste atendimento emergencial, a equipe aceitou atendê-lo. O profissional ficou levemente ferido. 

Renata Pietro, Paulo Henrique e o vereador Demerson

A presidente do Coren-SP em visita à cidade de Presidente Prudente nesta terça-feira (8/5), esteve com Paulo Henrique, manisfestando o apoio do Coren-SP e repúdio à epidemia de violência que vitima a enfermagem diariamente. Ela pactuou com o vereador Demerson a realização de uma sessão solene de Desagravo Público na Câmara Municipal, em defesa do profissional. “Os profissionais de enfermagem dedicam a vida ao cuidado prestado à população e não podem ser penalizados pela espera por atendimento. A violência não resolve os problemas relacionados aos serviços de saúde e sim prejudica a assistência.”, afirma a presidente. 

Paulo Henrique disse se sentir acolhido pela atuação imediata do Coren-SP. “Tive todo apoio e respaldo na busca dos meus direitos e vou participar do Desagravo porque foi muito grave a violência que sofri”, disse. 

O vereador Demerson também destacou a gravidade da situação e elogiou a atuação do Coren-SP. “A comunidade não tem que agredir, tem que acolher o profissional, porque quando precisamos nós procuramos os serviços de saúde. Parabenizo a Renata pelo apoio”.